Restauro do Bandeirante IPD/PAR-6504 – EMB 100 – YC-95 2130

A AMAERO apoiou o restauro do primeiro protótipo do Bandeirante – projeto IPD/PAR-6504 – desenvolvido pelo CTA e que visava atender as necessidades militares e civis da aviação brasileira. O protótipo #1 voou pela primeira vez em 22 de outubro de 1968, dando origem à criação da Embraer.

Após o início da operações da Embraer, o Bandeirante recebeu a denominação EMB 100 (o Bandeirante de série viria a ser denominado de EMB 110) e a aeronave que está no Museu Aeroespacial recebeu designação Militar YC-95 e matrícula FAB 2130.

Bandeirante IPD/PAR-6504 – EMB 100 – YC-95 2130

Com capacidade para 2 tripulantes e 6 passageiros, a aeronave encontra-se em bom estado de conservação, necessitando de uma nova pintura externa. O interior da aeronave também está bem preservado, requerendo apenas a troca do carpete.

A recuperação foi realizada pela equipe de restauro do MUSAL, para os eventos de celebração dos 50 anos do seu primeiro voo, durante o MUSAL AIRSHOW 2018.

Mais dois protótipos do EMB 100 foram produzidos pela Embraer e estão em exposição no Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB) e na Praça Santos Dumont, ambos em São José dos Campos, SP.

Clique aqui e veja o programa especial sobre os 50 anos do Bandeirante

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *